05 de maio de 2022

FGTS digital - Entrada de bases de cálculo a partir do esocial

O FGTS Digital utilizará as informações declaradas pelos empregadores no eSocial para alimentar sua base de dados.

O FGTS Digital utilizará as informações declaradas pelos empregadores no eSocial para alimentar sua base de dados. Como as informações do eSocial não estavam sendo utilizadas até o momento para realizar recolhimentos, é possível que alguma configuração de incidência de rubricas ou de bases próprias do FGTS não esteja correta.

O envio de admissões, alterações cadastrais e contratuais, desligamentos e remunerações - principalmente - terão impacto quase simultâneo na gestão e geração de guias e outros serviços do sistema.

A cada evento transmitido do trabalhador, haverá a sensibilização no FGTS Digital. Em dias de grande volume de dados transmitidos, poderá haver um intervalo maior de tempo entre o envio e o processamento interno do FGTS Digital.

Sempre que possível, o FGTS Digital fará a compensação entre valores pagos e retificados numa mesma competência, para evitar que a empresa tenha que fazer um pedido para isso. Caso seja necessário um pedido formal do empregador, tudo será feito de forma online e com transparência.

 

Fonte: Ministério do Trabalho e Previdência.

Editado por: Leticia Delagnolli

Gerente de Recursos Humanos

04 de maio de 2022
Novos pisos salariais para Santa Catarina – Reajuste retroativos a janeiro de 2022
Leia Mais
04 de maio de 2022
DIRPF 2022: Publicadas regras para apresentação
Leia Mais
04 de maio de 2022
Receita Federal alerta para novo golpe com guia falsa do simples nacional para pagamento via PIX
Leia Mais